O tal do 'esquecer'

| 30/04/2011
"E a gente esquece sabendo que está esquecendo."

Engraçado.. Como se esquece uma coisa sabendo que está esquecendo dela?
Isso não é esquecer.
Na verdade, quando se trata de 'esquecer alguém', não esquecemos sabendo que estamos esquecendo. [que confuso]
É uma trapaça da nossa mente. Queremos esquecer, por isso tiramos de foco. Lembramos às vezes [se lembramos, como é que esquecemos?], mas tiramos de cena, deixamos de pensar, de se importar, de lembrar.
E não estamos "esquecendo".
Esquecer alguém é impossível. Você se lembra de pessoas que conviviam com você na infância, e de uma hora pra a outra quer esquecer alguém que te marcou em um, dois, três meses ou um ano?? Não dá.
Tudo bem, queremos esquecer o sentimento, deixar o gostar de lado, esquecer do sentimento que um dia nutrimos por alguém, deixar de gostar de certas pessoas. Isso de fato acontece!
Deveríamos parar de usar essa frasezinha! Porque as pessoas não devem ser esquecidas!
Todos que passam em nossas vidas, por piores que sejam, nos marcaram, nos ensinaram alguma coisa. E sim, se tem aproveitamento de tudo. T U D O!
E todas elas, mesmo que indiretamente, contribuiram para você definir personalidades, definir caráter, definir até quem você é.

Ah, as pessoas devem ser lembradas! Esqueça somente os motivos.. Mas lembre sempre das pessoas!


"E a gente esquece sabendo que está esquecendo."
Caio Fernando Abreu
edit

Não se fazem mais amigos como antigamente!

| 29/04/2011
É horrível falar isso, mas hoje em dia, ninguém mais que ser amigo de ninguém somente pelo fato da pessoa lhe fazer bem, da companhia ser agradável, da conversa interessante.
Hoje em dia as pessoas buscam as outras por puro interesse. Seja ele material, emocional. Enfim, quando estão tristes, decepcionados, magoados, procuram um amigo.. Ou aquele velho amigo que sempre esteve do seu lado, e que você esqueceu dele, porque haviam outras coisas mais importantes em sua vida.. E quando tudo volta ao normal, quando tudo fica bem, você esquece dele novamente...
Hoje as pessoas se aproximam por aparência, por condição social! Os amigos de infância deixam de ser amigosdeinfância porque a condição social de um é melhor que a do outro. Ou deixam de se falar porque um descobriu que gosta de pagode e o outro gosta de rock. E não conseguem conviver com essas diferenças! Me poupe! As pessoas estão cheias de frescura!
Eu tenho poucos AMIGOS. Amigo de verdade, que chora comigo, que ri comigo. E que se preocupa, de fato, comigo. Que me procuram em todos os momentos, não só na dor.
Mas sei que não é assim com todo mundo. Conheço pessoas que vivem sem amigos e elas não são mais felizes por isso.
Amigo de verdade é difícil de se econtrar.. E mais difícil ainda é preservar as amizades!
Faz um bem danado saber que tem alguém que se importa com você, que gosta de você apesar das suas diferenças! Que gostam de você apesar do seu gosto musical, da sua condição social. Que é seu amigo, simplesmente, pelo fato de querer ser seu amigo! Isso é bom demais!

Eu posso me queixar de qualquer coisa nessa vida, mas nunca posso dizer que não tive amigos de verdade.
edit

des-ânimo

| 28/04/2011
Os dias estão cada vez mais chatos, a concentração se foi, a inspiração também.
Eu acordo, olho pra a mesa cheia de livros e cadernos.. E o desânimo do meu lado. Firme e forte.
oh, céus! Não aguento mais acordar e pensar: Tenho mesmo que viver por mais esse dia?

Ah, não tô maldizendo a minha vida.. Eu amo viver! Mas tá chato demais.
Não é nem a questão da rotina.. sei lá. É estranho.
Não há motivações. Seria drama demais dizer que não há motivação para viver. Até porque há motivação para viver. Eu quero viver, mas não agora. Parece que eu quero parar de fazer tudo. Parar de fazer nada. Sei lá. Quanta confusão!
Quero sumir do mapa. Escondida em meu próprio quarto.
Como se lá fosse um outro mundo, que me compreende e me dá aconchego.
Que conversa de emo. Tsc.

E esse desânimo tem hora pra ir embora.. Já deveria ter ido, mas é cômodo demais ficar ao lado dele.
Mas ele vai... Tem data e hora marcada!
Espero não perder o trem...


Tá, não precisa entender nada disso.
Às vezes eu tenho que colocar essas coisas pra fora.. e lê quem quer! =P
edit

^^

| 27/04/2011
"Durante algum tempo ficamos a olhar um para o outro, sem articular palavra.
Quem diria? De dois grandes namorados, de duas paixões sem freio, nada mais havia alí vinte anos depois; havia apenas dois corações murchos, devastados pela vida e saciados dela, não sei se em igual dose, mas enfim saciados."

Memórias Póstumas de Brás Cubas, Capítulo VI, Página 23.


edit

:~

| 20/04/2011
A gente se decepciona o tempo todo.
Descobrimos coisas desagradáveis, pessoas caem em nosso conceito o tempo todo.
Pessoas nos decepcionam a cada instante. É incrível como algumas pessoas têm essa capacidade.
Eu fico triste, indignada, estagnada. Eu não consigo imaginar em como as pessoas conseguem enganar as outras com tanta facilidade.. E como conseguem agir tão normalmente diante disso.
Cada dia percebo como vale mais acreditar menos nas pessoas.
Mentira se tornou como água, enganar é como respirar. Tem gente que precisa dessas coisas pra conseguir sobreviver!
Eu não me culpo por confiar, acreditar.. Sei lá.
Não me culpo. Não tenho culpa de nada!
Como alguém diz que gosta de você, mas não te respeita? Mente pra você, te engana... Pra mim, gostar sem respeitar, é a mesma coisa de não gostar!
Isso só me deixa triste.
Até quando, meu Deus?

As pessoas precisam aprender a valorizar as outras, a respeitar.
Se elas soubesse, o mundo seria bem melhor.

Mas eu sei que tem gente que vale a pena. As exceções estão aí.
Tomara que Deus coloque muitas exceções em minha vida!
Preciso de gente boa perto de mim!
edit

Esperar...

| 16/04/2011
Sei que um dia tudo isso vai ser mais fácil.
A questão é o 'acostumar'.
Agora dói, o coração chega aperta. Depois passa. Vai ser mais tranquilo olhar nos olhos, cumprimentar, conversar...
Espero que chegue o dia em que eu não mais lembre, não mais me importe, não mais machuque.
Eu vou olhar pra trás e só me lembrar.
Sem dores, mágoas, ressentimentos e sentimentos.
O dia vai chegar. É necessário só esperar...
E que longa é essa espera..
:/


"E nessa espera o mundo gira em linhas tortas"
edit

Silêncio.

| 13/04/2011
E de mim sobrara apenas o silêncio
O silêncio de uma confusão de barulhos que gritavam dentro de mim
Sons que desejavam ser pronunciados sem a devida autorização
Barulhos que eu ordenei que silenciassem
Palavras que um dia soaram tão bem, hoje não mais fazem sentido
Silêncio que carrego comigo.
E me faz companhia.



"Vou levando assim que o acaso é amigo do meu coração
Quando fala comigo, quando eu sei ouvir...
"
edit

L de Linda!

| 11/04/2011
Em 2009 eu passei no vestibular.
Tive que me mudar pra uma cidade distante, onde não conhecia ninguém.
Comecei a imaginar os meus colegas de sala. Comecei a "conhecê-los" pela internet e a imaginar quais seriam os meus amigos, com quem eu me daria bem, quem iria andar comigo.. esse tipo de coisa!
Chegando lá, na segunda semana de aula, conheci meus coleguinhas!
Um monte de gente diferente. Cada um com seu jeito, suas roupas. Enfim, uma mistura bem legal.
Eis que eu vi uma menina.
Toda arrumadinha, com um fichário lindo! Os cabelos lisos, no meio das costas. Toda bonitinha.
Pensei eu: xiiii, a patricinha da sala!
Não nos falávamos, mas ela parecia ser gente boa. Não se aproximava, e eu, nem fazia muita questão. Imaginava que, no fundo, ela deveria ser metida!
Engano meu!
Pouco a pouco começamos a nos aproximar. Ela bem na dela, um pouco calada.. Mas nos dávamos super bem! E eu fui conhecendo a pessoa maravilhosa que ela é. Um doce, um amor de menina! E nossa amizade foi surgindo pouco a pouco.
Ela é uma das pessoas que eu sei que posso contar e confiar.
Aquelas que na hora do desespero, basta ligar, mandar um sms ou falar no MSN!
Ela vai me ouvir e vai saber o que dizer. E ela sempre diz as coisas certas! É incrível!
Eu sei que a nossa amizade foi Deus quem escreveu! Sei que Ele está cuidando de nós!
Eu não fui pra tão longe em vão... Ainda que tenha surgido devagarinho, nossa amizade hoje é muito forte!

E ficou tão forte, que hoje não imagino mais a minha vida sem ela.

E sim, L de Linda, L de Lorena.
Minha amiga, pra todo o sempre.

Eu te amo, Lózinha! ;*


Bom, resolvi esses dias escrever coisas aos meus amigos. Cada dia pretendo escrever algo pra vocês! ;)

LinkOutra Homenagem pra Lorena no Blog Diário de Mistérios, de Rodrigo Seixas:

http://www.diariodemisterios.blogspot.com/2011/04/l-de-louca.html

edit

Meu dread e a futilidade alheia!

| 11/04/2011
Então, há uns dias atrás fiz um dread no cabelo. Não é daqueles.. é um simples! Que eu gostei!
Ontem fui em uma formatura, toda arrumadinha e pá.. A pessoa logo estranhou.. E perguntou:
pessoa sem noção - O que é isso no teu cabelo?
eu - é um dread.
pessoa sem noção - E por que tu fez isso?
eu - Porque eu gosto!
pessoa sem noção - e é bonito, é? Num é bonito não!
eu - Bom... eu acho, né?!
pessoa sem noção - oxe, e por que tu fez isso? É moda, é?
eu - com cara de: ¬¬ Não, ora! Eu fiz porque eu acho legal!
pessoa sem noção - ah.
silêncio.
Então, eu não fiz um dread para que alguém olhasse e falasse: Oh, que legal! Ela tem um dread!
Eu fiz porque eu gostei, eu acho legal. E isso é o que é importante.
Mas, então! A pergunta dela alí, falando da moda, me fez pensar no assunto!
As pessoas tendem a usar coisas [até mesmo aquelas que elas mesmas acham feias] só pelo fato
de estar na moda. E deixam de usar coisas que gostam porque saiu de moda ou não está na moda. E isso é tão, tão.. sei lá, coisa de gente se personalidade.
Assim, se alguma coisa tá na moda, e eu gosto, acho bonito, legal e blábláblá, eu uso! Mas porque GOSTEI! E não só pela moda. E quando não gosto, não há moda que me faça usar! E o pior é que tem gente é que movido a isso! Eu fico abismada! Mentira, não fico mais abismada.
E olha, é futilidade demais pra a minha cabecinha.
Uma certa vez saí com uma amiga e ela estava com outras amigas, que eu não tenho muita intimidade. E o papo na mesa era totalmente fútil. Não que eu seja uma pessoa intelectual que não fale besteiras ou não converse sobre coisas fúteis, mas você percebe que a vida da pessoa é movida por futilidades! E isso é normal pra elas. Festas, roupas, ficar, dinheiro e um tanto de outras futilidades.
É o que eu vejo em muitos lugares. Seja no cursinho, na rua, na pizzaria.. Seja aqui no interior, em uma cidade maior, na capital.. As pessoas só se preocupam com coisas vãs e se esquecem do interior, de se tornarem pessoas melhores, pessoas agradáveis. Poxa, é tão chato parar pra conversar com alguém e a conversa não tem sentido algum pra você. Chega a ser até um desperdício. Às vezes a pessoa é até inteligente, tem tudo pra ser legal, mas vive de futilidade!
E isso é deplorável!

Enfim, isso só estava preso aqui.


"Tão natural, é tudo tão natural
Tão natural, é tudo artificial!
(...)
Repare bem e veja se não é
exatamente assim como eu digo
De repente a gente acha tudo
ou quase tudo assim natural..."



edit

A de amizade!

| 09/04/2011
Aos meus amigos, com muito carinho.

Amizade.

É algo inexplicável. Você conhece, confia e se dá bem.
Tem apego, companherismo e [com]paixão, tem sinceridade, respeito e liberdade.
Ter sempre alguém pra contar, pra ligar e desligar; pra complicar e colaborar; pra ouvir e ensinar.
Bom mesmo é ter tua mão pra segurar, ouvir suas broncas, te respeitar.
Ouvir suas dores e seus amores, ouvir seus conselhos e também te ajudar.
É bom saber, que apesar de tanta gente, apesar de tantos outros, eu tenho você sempre presente. Mesmo estando ausente.

Seja a 200km, seja a 100m, seja no telefone ou por sms, seja no MSN ou na minha frente. Você é sempre o mesmo, meu amigo.

Te dizer o bem que me faz, sem delongas ou timidez. Seja na dor, no amor, no coração, na indecisão.
Quero sempre poder segurar em sua mão
E que nossa amizade dure pra sempre, ainda que o sempre nos pareça incerto, ainda que tudo nos pareça distante.
Eu estarei sempre aqui, pra ouvir, pra rir, ajudar, ensinar e até mesmo sem me pronunciar.

Basta que saiba que estarei aqui. Pra você.


"Ser amigo é ser sincero, é ser mais que um irmão"

Eu dedico esse post aos meus amigos. Os de verdade, os que sabem disso.
Em especial, dedico a Alan. Meu amigo, meu irmão.
Obrigada pela força, pelo carinho e pelos risos.

edit

Escolha perdoar!

| 06/04/2011
"Falar de perdão é complicado. É difícil e dói. Para perdoar, tenho que pensar no outro, compreender os motivos, o que nem sempre quer dizer concordar com o que se fez, mas aceitar o sofrimento imerecido. Pensei muitas vezes em como foi exorbitante o custo para Deus nos perdoar. Mesmo sabendo isso e qual seria a atitude necessária, estava claro que eu não tinha perdoado certa pessoa. Sei o quanto foi isuportável a dor que Jesus sofreu para perdoar o meu pecado, mas isso não me trazia vontade de perdoar. Sequer me trazia alento. Eu era totalmente incapaz de praticar o perdão. Sozinha não conseguia, e então orava: "Senhor, não consigo. Não consigo!"
Você já passou por essa situação? A amargura paralisa. A raiva vem incandescente e explode com quem menos tem a ver com aquilo. Vontade de punir, de se vingar. Era um espiral sem fim. Durante anos convivi com esse sentimento. Exercer perdão é um exercício diário que acontece muitas vezes na hora. A conclusão era sempre a mesma: o perdão é caro. Estava em mim ser liberta desse sentimento, mas eu não abria mão do passado, por mais que lesse sobre perdão, docorasse versículos ou escrevesse sobre ele. Esquecia que "passado" já diz tudo: passou. Nada altera isso. O que aconteceu permanecerá muito tempo conosco, até o dia em que não haverá memória do que era. O significado é o que pode ser mudado. O presente precisa ser restaurado para haver cura no futuro. Deus trabalha e eu esquecia isso muitas vezes. Juntos podemos vencer a falta de perdão. Ele trabalha fortalecendo-nos, dando a visão dele e a compreensão do que é necessário. Jeremias pede isso: sermos curados, com ou sem cobrança do perdão de alguém. Deus sabe, mas como não conseguimos, isso nos apavora. A parte que cabe a nós é decidir, entregar-nos à compaixão de Deus e passá-la adiante - e isso pode levar tempo. AP"

Texto retirado do Livro de Reflexões diárias - Pão Diário. Referente ao dia 04 de Abril.

Bom, falar de perdão é um tanto complicado para a maioria das pessoas. Eu tenho uma facilidade estranha de perdoar as pessoas. E isso é bom. Porém, ontem me deparei com uma situação de falta de perdão que quase não me lembrava. Aquilo não me incomodava, apesar de não ter esquecido o fato, e da pessoa não ter nenhum tipo de importância em minha vida, eu passei a ignorar o acontecido e o causador disso. Mas quando me lembrava, a raiva queimava em meu peito. E isso, definitivamente, não é bom. Como ela fala no texto: "A amargura paralisa" e me paralisava, porque eu sentia raiva e naquele momento só passavam coisas ruins em minha cabeça por tudo o que havia acontecido, aquela velha vontade de se vingar. E ontem eu resolvi tirar esse peso das minhas coisas. Decidi liberar o perdão. E como no texto fala, é passado, já passou. Não que seja fácil apagar algo que nos machucou da nossa memória, o que tem acontecer é o significado daquilo ser mudado. Você pode lembrar, mas não com dor ou mágoas, porque isso só te fará sofrer mais e prolongará suas dores. Decidi perdoar, não porque alguém mereça, mas porque eu mereço me livrar desse peso, eu mereço me sentir tranquila sempre. E se isso me tira a paz, nada melhor que destruir. Minha paz vale muito e perdoar é caro, só Deus pra tirar esse peso mesmo. E Ele faz, mas a gente precisa PERMITIR que Ele faça. Deus nos deu o livre arbítrio, é a nossa escolha! Se a gente deixar, Ele faz. Tudo depende do primeiro passo. Do SEU primeiro passo. Escolha perdoar!

Errar é humano.. Mas perdoar é divino!
edit

No tempo certo!

| 04/04/2011

"E eu que pensei que Tu Tinhas esquecido
De todas essas coisas que eu já Te pedi,
todas as canções que eu Te escrevi.
Então me dei conta que Estavas alí,
trazendo à memória diante de Ti
Nada esquecido do que Te escrevi.
Mas Tu me conheces e é Tua decisão.
E ao seu tempo me darás o que é melhor.

Todos os meus anseios têm a Tua cor,
Têm a batida do Teu coração.
Eu não quero nada sem Tua direção!
Todos os meus anseios são de Ti, Senhor!
Têm a Tua essência, têm Tua paixão!
Não me importa nada, só o Teu favor"

Tem a Sua cor - Arianne


Bom, essa música mexeu comigo. Conheci hoje e ela já é uma das favoritas! E é exatamente o que eu digo pra Deus. Sei que Ele me dará o melhor, no Seu tempo! ;D

edit

| 01/04/2011
"Se você ama, diga que ama. Não tem essa de não precisar dizer porque o outro já sabe. Se sabe, maravilha, mas esse é um conhecimento que nunca está concluído. Pede inúmeras e ternas atualizações. Economizar amor é avareza. Coisa de quem funciona na frequência da escassez. De quem tem medo de gastar sentimento e lhe faltar depois. É terrível viver contando moedinhas de afeto. Há amor suficiente. Há amor para todo mundo. Há amor para quem quer se conectar com ele. Não perdemos quando damos: ganhamos junto. Quanto mais a gente faz o amor circular, mas amor a gente tem. Não é lorota. Basta sentir nas interações do dia-a-dia, esse nosso caderno de exercícios.

Se você ama, diga que ama. A gente pode sentir que é amado, mas sempre gosta de ouvir e ouvir e ouvir. É música de qualidade. Tão melodiosa, que muitas vezes, mesmo sem conseguir externar, sentimos uma vontade imensa de pedir: diz de novo? Dizer não dói, não arranca pedaço, requer poucas palavras e pode caber no intervalo entre uma inspiração e outra, sem brecha para se encontrar esconderijo na justificativa de falta de tempo. Sim, dizer, em alguns casos, pode exigir entendimentos prévios com o orgulho, com a bobagem do só-digo-se-o-outro-disser, com a coragem de dissolver uma camada e outra dessas defesas que a gente cria ao longo do caminho e quando percebe mais parecem uma muralha. Essas coisas que, no fim das contas, só servem para nos afastar da vida. De nós mesmos. Do amor.

Se você ama, diga que ama. Diga o seu conforto por saber que aquela vida e a sua vida se olham amorosamente e têm um lugar de encontro. Diga a sua gratidão. O seu contentamento. A festa que acontece em você toda vez que lembra que o outro existe. E se for muito difícil dizer com palavras, diga de outras maneiras que também possam ser ouvidas. Prepare surpresas. Borde delicadezas no tecido às vezes áspero das horas. Reinaugure gestos de companheirismo. Mas, não deixe para depois. Depois é um tempo sempre duvidoso. Depois é distante daqui. Depois é sei lá."

Texto de Ana Jacomo.

Não há necessidade de dizer mais nada, não é?! ;)

edit
Postagens mais recentes Postagens mais antigas

Um blog que mistura verdades, pesares e poesia ~

© Design 1/2 a px. · 2015 · Pattern Template by Simzu · © Content ~ Apesar do Pesar