| 24/11/2014
Confesso que eu penso em você mais do que o esperado;
Confesso que sinto sua falta nos mínimos detalhes;
Confesso que ainda espero por um abraço;
Confesso que cada dia penso em uma coisa nova pra te dizer;
E guardo elas bem guardadas.
Confesso que toda vez que bebo um pouquinho mais, é de você que eu lembro;
É o teu cheiro que eu sinto em outros abraços, é do gosto do teu beijo que eu me lembro quando outra  boca me beija;
Confesso que toda noite eu penso em você antes de dormir e me dá um vontade danada de falar contigo;
Confesso que eu te queria de volta.
Confesso que, mesmo sabendo que nossos santos não batem, nossa fé não se mistura, nossos corpos não estão mais moldados, nosso abraço já não mais encaixa, minhas mãos não sabem mais o formato das suas, nossos corações já não batem mais em sintonia, mesmo sabendo disso tudo eu te queria de volta. Ou talvez só por um momento, só pra tentar sentir tudo aquilo de bonito que eu fui capaz de sentir um dia.
Só pra ter o gostinho de como é sentir esse tanto de coisa por alguém. Como é ter essa sensação de só querer uma pessoa no mundo.

Não volta, não. Não quero tu de volta. Quero ser só aquela de antes. Quero só ter toda aquela inocência, todo aquele amor que tu me fez perder.

Volta, volta sim. Volta só pra me fazer lembrar de como eu era quando tu me conheceu, pra me lembrar de tudo o que eu era capaz de fazer e sentir por alguém.

Não, não volta. Mas volta.


edit

30 days left

| 16/11/2014
Hoje, 16 de novembro de 2014, faltam exatamente 30 dias pra eu deixar esse país maravilhoso. 
E ao mesmo tempo que "ainda" faltam trinta dias, "só" faltam trinta dias. 

Eu começo a sentir essa mistura de sentimentos inexplicável, já posso sentir cada pedacinho do meu coração se esvaindo enquanto eu me despeço de cada pessoa que fez parte dessa vida durante um ano.

Não dá pra explicar essa mistura de emoções: a vontade de ir embora, dar um abraço gostoso nos meus que deixei tão longe e o desejo de ficar, de continuar descobrindo esse mundo que é a Australia, de poder ceder ao pedido de alguns "please, can I keep you here?!", "Please, don't go back to Brazil, I'll miss you!" ou de poder responder um sim com toda a certeza do mundo quando pedem: "Promise me to come back". E de acreditar quando dizem: "You are always welcome back. I'll always be here for you if you need".

Esses são os piores sentimentos que alguém pode sentir. O desejo de ir, a vontade de ficar, o anseio de voltar. Essa mistura não dá certo.

Restam 30 dias. 30 dias pra aproveitar isso aqui ao máximo, pra não arrepender de nada. 30 dias pra voltar pro Brasil e esperar pra ver como minha cabeça vai reagir nesse choque de realidade.


Sad but true.


edit
Postagens mais recentes Postagens mais antigas

Um blog que mistura verdades, pesares e poesia ~

© Design 1/2 a px. · 2015 · Pattern Template by Simzu · © Content ~ Apesar do Pesar