Andar pela Fé

| 30/03/2011


Muitas vezes, ou na maioria delas, quando algo aparentemente ruim acontece em nossas vidas, nós paramos e tentamos entender tal acontecimento. E às vezes, não há razão aparente. E choramos, aquele sentimento de angústia começa a tomar conta.. Perguntamos a Deus e não encontramos respostas.
Porém, é necessário que a gente entenda que todos os caminhos tortuosos que passamos, cada choro, cada dor, cada machucado, serve pra que Deus molde o nosso caráter. Para que Ele nos aperfeiçoe, nos transforme no que Ele quer que nós sejamos. Preparando os nossos corações para a Sua perfeita vontade.
Devemos sempre lembrar que Deus não nos dá cargas que não possamos suportar. E creiamos nisso. Servirá para o nosso crescimento. E no final, tudo ficará bem. Afinal, tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus (Romanos 8:28). E Ele sabe o que faz.
No momento que entendemos isso aí, a nossa visão muda completamente. Quando aprendemos a esperar no Senhor e entregar a Ele todas as nossas aflições, nossa vida muda completamente. Tente! ;)


"Well I will walk by faith
Even when I can not see
Well because this broken road
Prepares Your will for me"

"Então eu andarei pela fé
Mesmo quando não posso ver
Porque este caminho tortuoso
Prepara a Tua vontade pra mim"

Walk by Faith
- Jeremy Camp
edit

E se eu me entregar?

| 28/03/2011

Se entregar de corpo e alma ou cortar as coisas antes mesmo que aconteçam? Eis um dilema..
Eu, particularmente, prefiro me entregar de corpo, alma e tudo que tiver direito. Eu sofro, choro, quebro a cara... mas vou lá e tento de novo. Não tenho medo de me machucar. Afinal, há cura pra todo mal! Há pessoas e pessoas! Não é porque alguém fez de um jeito que todo mundo vai fazer igual! Não é porque um amigo te traiu que você vai viver sem amigos.
As pessoas erram, isso é fato. E generalizar nunca é a melhor forma de superar as coisas! Afinal, existe sempre uma, duas ou três exceções. E vai que você encontre uma raridade dessas.. Você não pode se fechar! Seja em qualquer situação! Você pode ter a sua frente tudo aquilo que sempre quis e perder por conta de uma generalização boba de sua cabeça!

Bom, eu sou a favor de cair de cabeça pra ver se a piscina é funda mesmo!
E se não for, uma batidinha de leve não vai matar você!


;)


"Às vezes eu lhe entendo. Você se dá demais em um relacionamento e não recebe nada em troca, nem ao menos confiança da outra parte.
Mas eu vou e volto, devemos nos entregar mesmo assim ou fica na espera que algo de bom aconteça?

Eu não sei, mas só sei que quando eu começo um relacionamento, seja de amizade ou qualquer outra coisa, eu me entrego.
Se eu me arrependo? às vezes sim, às vezes não.

Mas eu acho melhor que seja assim, pra no final das contas eu olhar pra trás e dizer que tudo que eu fiz foi intenso, foi de coração."

Mayelle Ramos


edit

Até quando?

| 27/03/2011

Ontem foi um dos dias em que eu parei pra pensar e jogar algumas coisas fora.
Fotos, lágrimas, sorrisos, dores... Enfim, chorei com toda força que precisava, derramei lágrimas que estavam presas por dias... Queriam sair, mas eu me fazia de forte. E ontem eu as deixei cair sem medo, sem dó. Elas tinham que sair.

Eu não entendo. É tudo bem complicado, tudo muito estranho. Não que eu achasse que as coisas seriam simples. Eu só achei que fosse mais fácil de levar.

Mas o coração tá apertadinho, pequenininho, as lágrimas ainda querem sair. Mas já dei a ordem de parar. Chega!
Até quando?
Eu não sei. Eu só espero que não demore, porque meu coração tá ficando cada vez menor. Daqui a pouco some!

Eu eu, por incrível que pareça, ainda quero ter um coração! =P

Eu só quero que isso passe. E vai passar, sei que vai.


"Quantos tempo já passou
Se era dor, se deixou marca
Uma história por favor
Pois nada disso aconteceu

Hoje foi só um dia bom em que nada se moveu
E ainda preciso levantar...
E ainda preciso levantar..."

edit

Uma loucura qualquer.

| 24/03/2011
"Eu sei que sente dor;
que sente medo;
que sente amor.

Eu sei que essa dor que machuca
e parece que não tem culpa
e parece que não tem cura
por mais que pareça madura.

Eu sei que você não diz
Nada fala nada que condiz
Inventa desculpa
pra toda essa culpa.

Eu sei dos teus olhos
no fundo dos meus olhos
nunca nada dizem
só as vezes num deslize

Eu vejo a alegria
que brilhava todo dia
Hoje vejo a agonia
que permeia noite e dia

Vejo o amor.
Vejo a dor.
Ouço o silêncio
junto com vento."


"Mas o teu amor me cura de uma loucura qualquer"
edit

Jesus, eu te amo!

| 18/03/2011
Eu me sentia sozinha.. e quando olhei pra o lado você estava lá.
Não como alguém, algo, pessoa.
Não podia te ver, mas te sentia muito mais do que sinto alguém que vejo.
A tua luz brilhava tao forte que me fazia sentir paz.
Tua presença inundava o meu coração de alegria e eu não me sentia mais sozinha.
Tua paz me faz companhia, Tua alegria refez minha vida.
Tu estavas lá, sempre esteve.. E eu demorava de enxergar, meus erros me impediam de Te ver.
Mas quando os meus olhos se abriram, a Tua luz brilhou tão forte que era impossível não te ver!
Tuas mãos estendidas para mim, Tua voz dizendo que não me deixaria e que do meu lado sempre permaneceria. O Teu amor sempre presente!
Hoje eu Te vejo, Te sinto, Te toco, Te percebo. E essa sensação é a melhor de todas.
Eu te amo, Jesus. E quero Te sentir todos os dias.
edit
| 10/03/2011
Sabe quando você para pra pensar e percebe que perdeu tempo demais?
Que deveria ter tomado certas atitudes antes, quando você sabia que era preciso tomá-las, e a falta de coragem te fez hesitar.
É difícil perceber tão longe que se você tivesse agido antes, tudo estaria bem agora...
É fácil perceber que eu erro foi seu. E é mais fácil ainda se culpar, por tudo.
Por ter tentado, por ter sentido medo, dor, aflição.
E eu me culpo mesmo. A culpa foi toda minha.
Tenho culpa por ter insistido quando deveria desistir. Me sinto péssima ao saber que fui burra o suficiente pra não encarar a verdade que estava debaixo dos meus olhos.

Bom, agora a única coisa que não vai adiantar é sentir culpa.
A única coisa que vai adiantar é pensar que não tinha jeito mesmo. Que foi um erro, e não dá pra corrigir.
E isso que eu escrevi não tem sentido nenhum. Tá tudo bagunçado.
Eu só quero que tudo passe.
Eu só quero ficar bem.
edit

"Tento ser sua flor..."

| 10/03/2011
Se eu pudesse mostrar o que você me deu
Eu mandava embrulhar, chamaria de meu
Melhor forma não há, pra guardar um amor
Então preste atenção ou me compre uma flor

Vem, me faz um carinho, me toque mansinho,
Me conta um segredo, me enche de beijo
Depois vai descansar, outra forma não há
Como eu te valorizo, eu te espero acordar

Se eu ousar te contar o que eu sonhei
Pode até engasgar, pagaria pra ver
Melhor forma não há pra provar meu amor
Eu te presto atenção, tento ser sua flor

Vem, te faço um carinho, eu te toco mansinho,
Te conto um segredo, te encho de beijo
Depois vou descansar, não vou te acompanhar
Espero que entenda

Vem, te faço um carinho, te toco mansinho,
Te conto um segredo ou te encho de beijo
Depois vou descansar, não vou te acompanhar
Espero que entenda e volte pra cá

Te valorizo - Tiê
edit

Sobre abrir mão e deixar pra lá...

| 07/03/2011

Quando é necessário dizer 'não' e o 'sim' quer ser pronunciado sem rodeios.
Naquele momento em que você percebe que não aguenta mais. Que aquilo te sufoca, te prende, te deixa sem forças...
Quando você se dá conta de que não dá mais pra aguentar, que não tem mais jeito. E que o jeito que dá é deixar pra lá, abrir mão. 
Vai machucar.. Ei! Vai doer demais! Sangra um pouco, mas depois passa. Não há machucado que não tenha cura.
E o tempo.. Ah, o tempo! Ele consegue te fazer esquecer, amadurecer, cicatrizar suas feridas.
E o que tiver de ser, será.

É bom lembrar que o destino é imutável, que nada acontece por acaso e tudo tem o seu tempo determinado. 
[clichê ao cubo]

E eu fico bem. 

"Amanhã ou depois? Tanto faz se depois ou nunca mais"

edit

Os velhos medos...

| 04/03/2011
Eu sempre fui uma pessoa muito medrosa. Quando eu digo muito, é muito mesmo. Quando criança eu nem levantava de noite sozinha pra ir ao banheiro. Bom, cresci e isso não mudou muito. Eu andava na rua e olhava pra trás umas quatro ou cinco vezes seguidas... Mas eu odeio sentir medo. Me sinto mal demais, me sinto fraca, o coração bate tão forte que eu perco todas as minhas forças, meu corpo só tem força pra fazer meu coração acelerar.
Depois que fui morar fora de casa, o medo passou um pouco. Virei quase adulta! =P
Voltava do trabalho a noite sozinha, dormia sozinha em casa e nada de sentir medo. Achava isso ótimo. Todo mundo perguntava: "Como é que tu tem coragem?" e eu: "aah, você acaba se acostumando". De fato, você acaba se acostumando! E eu me acostumei, até que minha casa foi arrombada! Tudo bem que eu não estava dentro da casa, mas o susto foi grande! E o medo grudou e não quer sair de mim! Dá medo só de pensar no que aconteceu!

Me sinto uma criança com medo do Bicho Papão!
Ando na rua achando todo mundo suspeito, imaginando quem foi que me deixou traumatizada assim...
Odeio o medo. Odeio sentir medo. Odeio me sentir fraca. Odeio.
Só espero me recuperar logo.. Adoro me sentir corajosa!
Acho que vou procurar um psicólogo =P
edit
Postagens mais recentes Postagens mais antigas

Um blog que mistura verdades, pesares e poesia ~

© Design 1/2 a px. · 2015 · Pattern Template by Simzu · © Content ~ Apesar do Pesar