Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

weakness.

Com você eu sou fraca. Isso mesmo. Quando eu estou com você eu me desfaço de tudo que um dia acreditei ser: forte, segura, madura e confiante. Perto de você parece que tudo que foi construído até aqui se esvai numa fração de segundos. E como pode alguém gostar de ser sentir menos ao lado de alguém? E como pode alguém não conseguir se desfazer desse menos? Não sei como e nem porque isso acontece. E talvez eu nem consiga entender. Você tem a capacidade de mexer comigo, com meus sentidos e com minha estrutura emocional. E é incrível como você consegue me abalar tanto. Não há o que fazer, não ha como mudar. É um caso sem futuro e sem passado, é um presente difícil de ser vivido e ao mesmo tempo é um presente querendo ser vivido.  Eu não sei o que fazer com isso. Não ha dor e nem amor, sabe? É uma coisa estranha que eu não saberia e nem tentaria definir. Quando você sorri, parece que nada mais existe. Mas quando você finge não se importar, eu desejo nunca ter te conhecido.  Não sei até quando iss…