weakness.

| 10/05/2014
Com você eu sou fraca.
Isso mesmo. Quando eu estou com você eu me desfaço de tudo que um dia acreditei ser: forte, segura, madura e confiante.
Perto de você parece que tudo que foi construído até aqui se esvai numa fração de segundos.
E como pode alguém gostar de ser sentir menos ao lado de alguém?
E como pode alguém não conseguir se desfazer desse menos?
Não sei como e nem porque isso acontece. E talvez eu nem consiga entender. Você tem a capacidade de mexer comigo, com meus sentidos e com minha estrutura emocional. E é incrível como você consegue me abalar tanto. Não há o que fazer, não ha como mudar. É um caso sem futuro e sem passado, é um presente difícil de ser vivido e ao mesmo tempo é um presente querendo ser vivido. 
Eu não sei o que fazer com isso. Não ha dor e nem amor, sabe? É uma coisa estranha que eu não saberia e nem tentaria definir. Quando você sorri, parece que nada mais existe. Mas quando você finge não se importar, eu desejo nunca ter te conhecido. 
Não sei até quando isso vai continuar a existir, mas eu espero que essa fraqueza que eu sinto ao seu lado não se transforme em nada que eu não consiga controlar.
Você é uma incógnita, uma interrogação, um estranho que eu não consigo decifrar. E isso é pior do que se eu descobrisse que você não vale nada. 

~ 21/04/2014.
edit

4 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga

Um blog que mistura verdades, pesares e poesia ~

© Design 1/2 a px. · 2015 · Pattern Template by Simzu · © Content ~ Apesar do Pesar