dois mil e quatorze.

| 02/01/2015
Em janeiro de 2014 eu escrevi:
"Que 2014 seja cheio de vida"
- E foi!

dia 31 de dezembro de 2013 eu passei a virada do ano em Sydney, com pessoas maravilhosas ao lado e desejei profundamente que 2014 me trouxesse só coisas doces, que 2014 fosse cheio de vida! Desejei que eu tivesse mais amor e respeito por mim mesma, mas sobretudo, que eu amasse e respeitasse mais o meu próximo; que eu continuasse pensando mais no outro do que em mim (altruísmo feelings), que eu não me cansasse de ajudar o outro e que eu plantasse somente coisas boas ao longo do caminho. Pedi também pra que Deus abençoasse cada passo, cada escolha, cada caminho e cada pedacinho meu. Pedi pra que Ele cuidasse de tudo e que, acima de tudo, me desse sabedoria pra entender os Seus cuidados. Que eu continuasse a encontrar nEle toda força, fé, cuidado e aconchego; e que eu tivesse força suficiente pra fazer os meus dias felizes, porque isso só dependeria de mim.

E Deus, mais uma vez, me surpreendeu. 2014 foi lindo. Foi mais do que eu poderia imaginar e eu sei que tenho grande parte nisso tudo, afinal, só dependia de mim, lembra?

Eu tentei fazer dos meus dias melhores a cada segundo. Quando tudo dava errado ou quando eu tava desanimada, eu lembrava que ninguém ia poderia fazer nada por mim além de mim mesma. E eu posso dizer hoje que eu fiz os meus dias serem melhores em 2014.

Enfim, foi um ano incrível. Eu não consigo achar palavras pra descrever. Muita coisa aconteceu, muita gente passeou pelos meus dias, muita gente saiu de cena, outros tantos entraram em cena.. Pude aprender com cada pedacinho de gente que passou em minha vida. Posso até dizer que foi o ano mais incrível até então.

Eu pude viver do êxtase à dor. Eu pude sentir mistos de emoções e mistos de confusões dentro de mim. Foi um ano de amadurecimento, diversão, auto-conhecimento, amor (es) e, principalmente, foi um ano de agregação de novos valores em minha vida.

Mudei. Sim, mudei muito. Ouço sempre: Mas a Austrália te mudou, hein?! (num tom pejorativo ou nao). E, sinceramente, fico feliz em ouvir isso. A Austrália me mudou sim e graças a Deus que mudou. Imagina voltar a mesma?! Impossível, te digo com certeza. Só eu sei aa mudanças que aconteceram dentro de mim e, sinceramente, só eu devo saber mesmo o quão maravilhosas elas foram e estão sendo na minha vida.

Enfim, eu não desejei nada ainda pra 2015. Mas sei que será um bom ano, porque pra os dias serem melhores, só depende de mim. E eu tô disposta a fazer com que eles sejam incríveis!

E, pra você, eu desejo muito amor!



"Eu te desejo não parar tão cedo, pois toda idade tem prazer e medo.
E com os que erram feio e bastante, que você consiga ser tolerante.

Se você ficar triste, que seja por um dia e não o ano inteiro.
Que você descubra que rir é bom, mas que rir de tudo é desespero.

Desejo que você tenha a quem amar.
E quando estiver bem cansado ainda exista amor pra recomeçar.

Eu te desejo muitos amigos, mas que em um você possa confiar.
E que tenha até inimigos, pra você não deixar de duvidar.

Eu desejo que você ganhe dinheiro, porque é preciso viver também.
E que você diga a ele, pelo menos uma vez, quem é o dono de quem.

Desejo que você tenha a quem amar.
E quando estiver bem cansado ainda exista amor pra recomeçar"

Amor pra Recomeçar - Frejat

amor, amor, amor. Sempre amor.
Eu te desejo muito amor!


edit

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga

Um blog que mistura verdades, pesares e poesia ~

© Design 1/2 a px. · 2015 · Pattern Template by Simzu · © Content ~ Apesar do Pesar