fica, vai.

| 15/06/2015
Eu confesso que queria te pedir pra ficar agora mesmo.
Pedir pra você largar de ser tão independente assim, de gostar tanto dessa tua liberdade falsificada e ficar. 
Não ficar por um final de semana, um dia ou duas horas. Ficar de verdade. Deixar a gente se conhecer, pra eu saber sua cor favorita, sua comida favorita, seu time favorito...
Fica e deixa que todos aqueles planos que foram feitos naquela tarde se cumpram em uma vida...
Fica e deixa gente se cuidar e deixa eu abrir essa porta do teu coração aí que tá fechada há anos.
Vem e me deixa cuidar dessa ferida aí que não cicatrizou.

Confesso que queria implorar pra que tu sentasse no sofá comigo e assistisse todos os filmes do X-man novamente.
Queria te convencer, entre beijos e sorrisos, que é aqui que tu deve ficar. Que tu nunca deveria fugir.


Mas no final das contas, tu sempre foge. Tu vai pra longe, mesmo que tu saiba que valeria a pena ter ficado. Tu sabe, eu sei que sabe. Mas não fica porque falta coragem.



Fica só um pouco mais, vai..
edit

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga

Um blog que mistura verdades, pesares e poesia ~

© Design 1/2 a px. · 2015 · Pattern Template by Simzu · © Content ~ Apesar do Pesar