E que venha o ano novo!

| 31/12/2011
Bem.. último dia do ano!
Às vezes tenho a impressão de que esse ano demorou a passar, outras vezes observo que ele passou rápido demais. Estranho, estranho!
Meu 2011 "não foi ruim, também não foi tão bom assim".
Eu confesso que mesmo tendo vivido intensamente cada momento dele, eu sinto que faltou algo! Não sei o que.  Mas tem um buraco aqui, que eu não sei o que ou quem vai preencher. 
Eu vivi coisas que jamais vou esquecer. Eu me permiti viver, sabe? Me permiti sentir, mesmo sabendo que poderia quebrar minha cara ou a cara de alguém. Me permiti abrir o meu coração pra tentar gostar de alguém, pra tentar amar alguém. Dei minha cara aos tapas, recebi os tapas e levantei a cabeça com mais vontade ainda de viver! Encarei tudo de frente, fui forte, fui fraca. Mas fiz tudo que tinha vontade.
Eu relembrei a alegria de ver meu nome na lista de aprovados do vestibular, participei de projetos missionários, projetos sociais, tomei um banho de dendê, corri feito lixo ambulante pela universidade. Foi um ano divertido...
Eu abracei, beijei, sorri, chorei, briguei e tudo valeu a pena.
Exatamente tudo. Eu não tiraria e nem acrescentaria nada desse ano. Eu acho que tudo o que acontece, é porque tem que acontecer. E ano que vem vai ser melhor (ou não). Mas vai ser vivido intensamente. Independente de qualquer coisa.


Que seja lindo, que seja vivido, que seja doce.


“Quando janeiro vier, de tão azul, o céu parecerá pintado. E que seja doce!” 
CF
edit

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga

Um blog que mistura verdades, pesares e poesia ~

© Design 1/2 a px. · 2015 · Pattern Template by Simzu · © Content ~ Apesar do Pesar