Tudo de uma vez.

| 15/04/2012

Eu quero aquela paz de fim de tarde, ouvindo o barulho da chuva e sentindo o perfume das flores.
Eu quero o desejo do abraço, o doce do beijo, a ternura de um chamego.
Eu quero as mãos entrelaçadas, os braços enrolados, os corpos frente a frente.
Eu quero o aperto dos abraços, o cheiro no cangote, o carinho envolvente.
Eu quero a doçura da voz, o barulho do silêncio, o sussurro no ouvido.
Eu quero o brilho dos olhos, o som da gargalhada, a paz do sorriso.
Eu quero a sinceridade, a humildade, o amor, a cumplicidade.
Eu quero a palhaçada, as brincadeiras, os arrepios, as (in)certezas.
Eu quero o encanto que encanta, o afeto que afeta, o abraço que aperta.

Eu quero a voz, o som, o silêncio, o barulho, a paz, a doçura, o cheiro, o corpo, as mãos, os braços, os abraços, os ouvidos, os sorrisos, os afetos e os encantos.
Quero tudo, tudo de uma vez.



edit

Um comentário:

  1. ' O maravilhoso desejo de viver!^^
    Um bem que faz tão bem.
    Lindaa poesia!

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga

Um blog que mistura verdades, pesares e poesia ~

© Design 1/2 a px. · 2015 · Pattern Template by Simzu · © Content ~ Apesar do Pesar